Posições infelizes de anúncios

Na comunicação há sempre espaço para abordagens cômicas e humorísticas nos anúncios publicitários, cuja intenção é comunicar com o alvo de maneira mais lúdica. Entretanto, há também espaço para aquelas que não tinham intenção de serem engraçadas, mas acabam sendo mais que as intencionais justamente pelas posições onde se encontram ou pelas interferências de outras publicidades próximas. Todo cuidado é pouco para uma campanha não ser ridicularizada por um posicionamento infeliz no veículo. Confira os exemplos abaixo e fique ligado:]

“Minha irmã acidentalmente se matou” – “Oops”

“Spearmint Rhino – Clube Masculino” – “Onde está o papai?”

“Uma a cada três pessoas in Louisiana morrem de ataque cardíaco” – “2 por 3 dólares”

“Está com uma sede gigantesca?”

“Nascido nas Filipinas, americano por orgulho” – “Não os deixem entrar”

“Hmm… Fabuloso!”

“Mostre à ela o seu “eu” de verdade”

“Perigo! Pular dentro do túnel é proibido” – “Apenas faça isso”

 

Gírias de uma agência

O inglês não só é um dos idiomas mais utilizados do mundo, como também aquele que dita tendências e influencia diretamente no modo em que falamos, introduzindo gírias, ditados e expressões. E ninguém é mais ligado a isso do que os profissionais de comunicação – como publicitários, jornalistas e designers -, que convivem e trabalham diariamente com termos neste idioma. Não entende a nossa língua? A Creato facilita para que você não se perca – e nem perca a deadline -, confira abaixo uma lista das palavras mais usadas neste ramo e seus respectivos significados:

•Advertising: assim é chamada a atividade de atrair a atenção do público para um produto ou negócio, ou seja, nada mais, nada menos que a propaganda. Também pode ser escrita apenas como “ad”;

•All-type: “tudo em tipografia” seria uma tradução literal desta expressão. Trata-se de um anúncio de jornal ou revista trabalhando apenas com as “letras” (tipografias), de modo que elas falem no lugar de imagens, estas não presentes neste tipo de anúncio;

•Approach: em inglês significa abordagem. Termo utilizado para definir a linha de comunicação adotada ou o gancho criativo da peça de propaganda;

•Brainstorm: É uma técnica utilizada em dinâmica de grupo que visa gerar ideias nas quais são relacionados todos os tipos de pensamento que vêm à cabeça;

•Brand: no contexto publicitário, significa “marca” em toda sua plenitude – nome, logo, slogan e identidade visual;

•Branding: ou “brand management”, remete-se à gestão da marca;

•Briefing: em seu termo mais simples, briefing significa a passagem de informações acerca do que será trabalhado na campanha;

•Brifar: o ato de realiza o “briefing” com alguém, ou até mesmo, atualizar alguém e deixá-lo a par de determinado assunto;

•Case: é o relato de algum trabalho realizado nas áreas de relações públicas, propaganda, marketing e afins, durante ou após a sua execução;

•Clipping: é um serviço destinado a saber que dizem sobre sua marca, ou de marcas concorrentes. Também pode significa uma coleção de material impresso ou de TV com notícias sobre determinado assunto, empresa ou marca;

•Deadline: significa prazo máximo para realizar ou entregar uma tarefa publicitária;

•Fee: palavra utilizada para determinar um valor pago por uma tarefa ou período de serviço;

•Focus Group: uma discussão objetiva, conduzida ou moderada que introduz um tópico a um grupo de respondentes e direciona sua discussão sobre o tema, de uma maneira não-estruturada e natural;

•Job: “trabalho” em português, pode significar pequeno briefing ou conotar obrigação;

•Layout: diagramação; apresentação da ideia da peça gráfica, mas não a execução final. Usada ainda como sinônimo de visual;

•Logo: elemento do design gráfico reconhecível, geralmente inclui um nome, símbolo ou marca representando uma organização ou produto;

•Logomarca: na verdade, esta palavra não possui significado e trata-se de um neologismo. É um termo utilizado de modo errado, quando o correto seria “Logotipo”;

•Logotipo: arranjo visualmente distinto de letras no qual empresas e organizações são prontamente reconhecidas pelo seus clientes;

•Outdoor: é a designação de um meio publicitário exterior, sobretudo em placas modulares dispostas em locais de grande visibilidade;

•Photoshopar: usar o photoshop para o tratamento de imagens/dar um tapa no visual de alguém;

•Rough: mais conhecido através de suas pronúncia – “raff” -, trata-se de um rascunho ou esboço a fim de demonstrar uma ideia ainda em fase de elaboração;

•Recall: lembrança ou recordação; informação/percepção após seus integrantes terem visto/ouvido/lido alguma peça ou campanha;

•Share: “compartilhar” em português, é participação na cabeça do consumidor; são ainda usadas “share of market”, “share of mind” ou “share-of-voice”, depende do contexto;

•Slogan: um slogan ou frase de efeito é uma frase de fácil memorização que resume as características de um produto, serviço ou até mesmo pessoa.

•Spot: mensagem publicitária de rádio ou televisão; feita por uma locução;

•Storyboard: é o esboço de um comercial feito com ilustrações e movimentos para explicar como será o resultado da ideia após sua produção;

•Target: “alvo” em português, é uma expressão utilizada para definir o público-alvo de um plano de marketing, campanha ou peça de comunicação;

•Timing: sentido de oportunidade, ou seja, capacidade de definir qual é o exato momento para praticar uma ação de comunicação ou veicular uma peça publicitária.